"Estórias e Bafos de Vénus e Baco"

"No homem, o desejo gera o amor. Na mulher, o amor gera o desejo." -- Jonathan Swift "O vinho é a prova viva de que Deus nos ama e nos quer ver felizes." Benjamin Franklin

quarta-feira, julho 23, 2008

A Melga!!!

Após alguns anos de sossego (para ser mais preciso uma década passou), desde que sofri os ultimos ataques, as melgas voltaram para me azucrinar a cabeça!!!

Pois não sei porque motivo mas elas picavam ás dezenas ao ponto de conseguir contar no meu corpo mais de cem picadas num só ano, e acontece que de um ano pró outro desapareceram...

Cheguei a acreditar nos ditados dos "antigos", que se referem a situações para as quais não se encontra uma explicação como tendo a ver com mudança de idade com a qual tentam justificar algumas alterações corporais ou comportamentais.

Este ano, apanhando-me distraido parece que uma "voltou" para me azucrinar e não me deixar dormir com o seu zumbido e com as suas picadas que dão uma comichão desgraçada!!!



Ontem de manhã estive quase a acabar com ela, mas por estar ainda meio ensonado... Falhei!!!:-s

Mas agora tudo vai mudar (ehehehehehe), a melga está lixada graças a uma alma caridosa que me aconselhou um produto para acabar com a raça da "bixa".

Aqui vai o produto que lhe vai tratar da saude!!!



Agora vamos ver quem brinca!!! Muahahahahahahaha...

Depois conto-vos :-)

_BaCo_

23 Comments:

Blogger AnA said...

Tadita da melga que anda sossegadita lá na sua vidita. Tu és MAUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

8:05 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

NÃO TE ILUDAS....

elas adoram chupar sangue de gulositos...e uma há uma , há um cento.

Com biokill kem morre é você !!!

hehehe

10:24 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

ZZZZZZZZZZZZZZ

ZZZZZZ ZZZZZZ

SÊ AMIGO DOS INSECTOS...n keiras ter a liga de protecçao dos animais à perna...

Vais dentro e pior do que isso, crivadinho de picadas...

Quem te avisa....!!!!!!

10:43 da tarde  
Blogger _BaCo_ said...

Axo que mais vale ter a liga á perna do que a melga pelo corpo todo!!! É que hoje estive a contar e as picadas já passam a dezena!!!
Inda onde fiz uma perseguição á melga!!! mas não a consegui apanhar :-s
E ela é grande!!!
Quando Chupa deve ser quase um litro de cada vez.
Muahahahahahah...
_BaCo_

9:10 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Esta leitura deixou-me cheia de pruridos!! Olha desculpa, mas não foi boa ideia pôr ali a foto da bichita... inspira pena... dei por mim a maldizer o raio do Kill da Bia, ou o Bill The Kid ou o BioKill(ing Me Softly) ou lá o que isso é! Já volto, vou buscar o mata-moscas, anda aqui uma dessas velhacas...
:)
tchin-tchin?
SaltoAlto (troccccc)

2:32 da tarde  
Blogger _BaCo_ said...

Pois... Axo que é mais Bio do que kill, já tenho a casa toda pulverizada com aquilo e ela não morre!!!
Axo que me tenho de pulverizar a mim tb.
Queres um bocadinho de Kill prás moscardas?
eheheheh...
Tchim-tchim!!!
_BaCo_

2:38 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

UAUUUUUUUUU

Tens k te inscrever no clube de tiro,para conseguires levar a bom termo a caçada.

Pelos vistos kem se está a divertir é a espertalhona da Melga.

Estou a começar a simpatizar com ela.
heheheheeeeeee

5:41 da tarde  
Blogger _BaCo_ said...

És tu a simpatizar com a melga e eu a deixar de simpatizar ctg!!! Ai ai!!! :-P
OLha que se eu treino o tiro, depois disparo para qualquer lado!!!
ehehehe...
_BaCo_

6:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

ADORAVA SER MOSCA,PARA VER A MELGA PICAR COM UM SORRISO NOS LÁBIOS, ESSE CORPINHO DE BACO.

heheheeeeeeee

9:48 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Há tempos encontrei um poema mto engraçado dedicado à Melga.
Ressalvo apenas o facto deste personagem já estar no Outono da vida e por isso indiferente às picadas ao contrário do nosso Baco:

" A Melga

Vrunga que vunga

Mal a luz se apaga

A puta da melga

Começa a atacar

É um guerra antiga

Que com esta “amiga”

Me empenho em travar

É ela a zunir
Tentando pousar
E eu, mãos no ar,
Com força abanando
Para a afastar
E ela esperando
No sono eu pegar
Vrunga que vunga
Até me cansar.

E ao ver-me dormindo

Sem forças, exangue,

Aí vem a danada

Sugar o meu sangue.

Pela vida fora

Sempre foi assim

Entre eu e a melga

Uma guerra sem fim.

Quando eu acordava

Mordido e inchado

As babas crescendo,

Um Cristo chagado

Por vezes parecendo,

Aquilo só vendo,

A raiva que dava!

Pois hoje vais pagar

Maldita tu sejas,

Por mil brotoejas

Que desde menino

Sem dó me deixaste.

Hoje vou-te apanhar

E assim me vingar

De toda a peçonha.,

Melga sem vergonha,

Que em mim inculcaste.



Vrunga que vunga

Já ela aí vem

Já ela pousou

Vais ver o que é bom!

Mas espera, que é isto,

Quem é que me explica,

Vrunga que vunga

Mas pousa e não pica

E pousa e não pica

Que se passa aqui

Quem é que me explica?...

E a noite se passa,

Num vrunga que vunga
E a puta da melga

Chateia, chateia,

Chateia e não pica!

Meu Deus que tristeza

Uma coisa assim

Se já nem as melgas

Se interessam por mim

E em boa verdade

Sangue tão ruim

Quem pode,
quem há-de,

Se bom do juízo,

Gostar de o chupar

Sem ter prejuízo?


Vrunga que vunga

E a melga lá vem,

Está-me gozando

A filha da mãe

Só zumbe e esvoaça

Mas nem se detém

Esta velha carcaça

Já não lhe convém

Oh céus, Oh desgraça,

Mas que fim sem graça

Que esta história tem

E agora que importa

vrunga que vunga

Se a melga lá vem!.....

Boa noite, ò melga,

Passa muito bem "


cumps e deixa de ser melga lamúrienta heheheeeeeee

9:55 da tarde  
Blogger _BaCo_ said...

Eu tenho de me queixar, pois é a mim que a melga pica e não dá descanso!!!
Mas parece que foi desta que a desgraçada morreu, talvez com uma overdose do meu sangue!!! ehehehehe... Pois ao acordar encontrei-a morta na cama ao meu lado.
Voltou o sossego!!! Resta saber até quando!!! :-)
_BaCo_

9:22 da manhã  
Blogger tronxa said...

baco... cá pa mim ela é uma melga alcoolica!!

por isso nao te larga!!

ehehehehehe

se queres um conselho... compra mas é um difusor da dum dum, dakeles k se ligam á corrente e k têm um fraskinho com likido... é tiro e queda, nem entram!! qd as sentires novamente é pk acabou o likido!! compra mais!!

bjnhssssssssssssssss a tentar acabar com as moscas (que sao a minha praga!)

12:44 da tarde  
Blogger _BaCo_ said...

Ehehehe... Não foi, preciso!!! Que esta já morreu...
Vamos ver se agora não aparecem muitas para o funeral.
Moscas é coisa que não há por lá, quer dizer que não presto né?
Tu se andas carregadinha de moscas é porque gostam do teu cheiro!!!
Muahahahahahahhahaha...
_BaCo_

3:19 da tarde  
Blogger tronxa said...

oh pah baco...

nao sou eu k ando carregada de moscas... é a casa!!

é o k dá viver no mato... mt animal, muita bosta, muita mosca!!

ehehehehe

bjnhssssssssss moscateis

3:32 da tarde  
Blogger _BaCo_ said...

Mas viver no meio da bicharada é fixe!!!
Quanto mais melhor :-)
Eu fui criado assim, no meio dos animais!!!
eehehehe...
_BaCo_

5:53 da tarde  
Anonymous taça said...

ANO DOS PARASITAS... MELGAS, MOSQUITOS,PIOLHOS E CARAÇAS..TUDO TEM DIREITO Á VIDA..E SEM ELA NADA VALE POR ISSO ANTES DE CA ANDAR-MOS JA ELES EXISTIAM...CONCLUSAO PARASITAS SOMOS NÓS!
MEU AMIGO USA ANTES UM CER`8 QUE ASSIM SO OS AFASTAS ..NAO OS MATAS! JÁ VISTES SE MATASSE-MOS TUD O QUE NOS APEQUENTA?!!...TALVEZ NÃO HOUVE-SE NINGUEM..PK O ULTIMO A MORRER MATARIA-SE COM TODA A CERTEZA!:-D
AMEM..E VIVEM A VIDA SEM MATAR !!
:-))

6:55 da tarde  
Blogger _BaCo_ said...

Pois é!!! Eu não faria nada para matar a melga se ela não me tivesse atacado!!!
Mas como persistiu na sua loucura, de me picar, tive de arranjar meios de me ver livre dela.
Agora, e após ter autopsiado a melga, estou em condições de dizer que ela morreu de overdose, e não vais dizer que a culpa também é minha...
ehehhehehe...
Foi lambona, lixou-se!!!
Bom domingo!!!
_BaCo_

11:27 da manhã  
Blogger AnA said...

ò baco, desde que postaste este texto, quantas vezes é que já foste picado? :)))


Kiss

9:42 da tarde  
Blogger tronxa said...

eu tb fui criada no meio dos animais baco...

tinha um cao, uma gata, peixes e o meu irmao!!! k era um ganda animal!!!

mas olha k moscas como ha aki... so me lembro nas aldeias do norte... irra!!!

bjnhsssssssssssssss a sacudi-las!!

1:50 da manhã  
Blogger tronxa said...

nao deve ter sido mais picado ana... a melga tinha era falta de informaçao!!

sorte a dele k a familia ja vem a caminho po velorio da dita prima afastada!!!

bjnhssssssssss anita!!

1:51 da manhã  
Blogger _BaCo_ said...

Olá!!!!
As picadas acabaram, felizmente...
Até tirei o fim de semana para deixar as familiares da melga descansadinhas no velório...
Digam lá que não sou amigo... ehehehehe...
Mas cá pra mim e pelo cheiro que estava em casa a melga deve ter sido cremada!!!
Divirtam-se com as moscas!!!
muahahahahahahah...
_BaCo_

9:37 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Nem de proposito...esta noite passei a noite toda a procura da melga que teimava em me azucrinar a cabeça....tetativas em vão poix acordei com alguns vestigios da maldita no meu corpitoo...RAIO DAS MELGAS:)

6:09 da tarde  
Blogger _BaCo_ said...

Ehehehehe... já tens ai o remédio pra ela... ou talvez não, mas deixou de me azucrinar e morreu!!!
Conta as picadas e depois diz quantas tens :-P
eu fikei pelas 10...

Beijinhos
_BaCo_

6:32 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

poker chips
clay poker chips set